Arquivo da tag: rohatsu sesshin

> Sesshin e a ‘prática coletiva da prática individual’

É impossível conseguir sozinha

Shundo Ayoama Roshi

Frequentemente estou no Nisôdô, Mosteiro Feminino de Nagoia. No início de cada mês, realizamos um sesshin (retiro zen budista) de três a cinco dias. São vários períodos, que chegam a somar 14 horas diárias de zazen.

No mês passado, uma senhora que nunca havia praticado zazen participou do sesshin. Eu estava muito preocupada, mas ela conseguiu aguentar até o final, a custa de muitas lágrimas e dentes cerrados.

Quando o taiko (tambor) que assinalava o fim do sesshin ressoou no zendo, as lágrimas transbordaram de sua face. E, no chá que tomamos ao final do retiro, ela disse, repleta de felicidade: “Só consegui graças a ajuda de todas. Sozinha, eu nao conseguiria ficar nem uma hora sentada”. Todas as praticantes que estavam lá assentaram com a cabeça.

Pode ser impossível praticar zazen durante um dia, ou até mesmo por uma hora. Mas, ao fazê-lo com outras pessoas, é possível reunir forças para praticar durante cinco dias.

Diz-se que ‘o zazen é a prática coletiva da prática individual’. Com efeito, ninguém é capaz de fazer zazen por você e também é impossível ajudar alguém a fazê-lo. Cada um está completamente só ao se sentar voltado para a parede branca ou, ainda, para dentro de si mesmo, em silenciosa meditação. Mas, com a prática em grupo, um treinamento impossível de ser finalizado por uma pessoa sozinha pode se transformar em algo totalmente realizável. Uma pessoa ganha a força de cinco, dez pessoas ao praticar em grupo.

“O treinamento pode em muito impulsionado pela força do grupo”, reza o ditado. Graças aos bons amigos, às boas amigas, é possível multiplicar a própria força e expandir seu mundo”. 

Capítulo “Tenha bons amigos”, do livro ‘A coisa mais preciosa da vida’.  

ROHATSU SESSHIN ON-LINE

De 1º a 8 de dezembro
Participação integral ou parcial.
Valor único: R$200,00

INSCREVA-SE AQUI

“De 1º a 8 de dezembro, todos os anos, celebramos o Rohatsu Sesshin – Retiro do Despertar de Sidarta Gautama. Durante sete dias e sete noites nos manteremos em Nobre Silêncio e em Zazen (meditação sentada), como Buda o fez há mais de 2.600 anos. Trata-se do retiro mais longo e mais importante da nossa tradição Soto Zen Shu.

No contexto da Pandemia do Coronavírus estaremos realizando, pela primeira vez, o Rohatsu Sesshin totalmente on-line. Organize-se para praticar conosco. Estaremos unindo vários professores das Sangas de São Paulo, Ribeirão Preto, São Leopoldo e Rio de Janeiro.
Participe e desperte.”

Monja Coen Roshi

SAIBA MAIS:

O que é um sesshin?

Sesshin e a força do grupo

Rohatsu Sesshin, por Monja Kokai